domingo, 18 de novembro de 2012

CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS DE POLUIÇÃO


CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS DE POLUIÇÃO

Eduardo de Almeida ¹
Á
gua, monóxido de dihidrogênio, hidróxido de hidrogênio, óxido de hidrogênio ou ácido hidroxílico, independentemente do nome sua forma molecular é H2O, isto é, duas moléculas de hidrogênio e uma de oxigênio, é a fonte universal de vida, afinal sem a presença desse elemento nada o que conhecemos como seres vivos existiriam. Por exemplo, o ser humano tem algo em torno de 70% de sua constituição de água em outros seres vivos essa concentração pode chegar até próximo a 99%. Associamos a água sempre há um de seus estados, o líquido, mas devemos lembrar que ela pode ser sólida ou gasosa. No estado sólido lembramos logo das regiões dos polos norte e sul do planeta Terra, de grandes geleiras, ou a ameaçada Groelândia pelo fenômeno do aquecimento global e nos reportarmos para uma das fases da história da Terra, as conhecidas eras do gelo, atualmente essas regiões de gelo ocupam algo em torno de 10% do planeta, mas em outras épocas por volta de 20 mil anos atrás ocorreu à última, onde 30% das terras e mais de 30% dos oceanos estavam congelados, Já no estado gasoso tem sua importância no ciclo hidrológico, afinal é nesse estado, graças à evaporação e transpiração ou na união de ambas na evapotranspiração que ela alcança a camada da troposfera, lugar onde os fenômenos climáticos ocorrem, nessa camada com maior distância de 13 quilômetros do solo, aonde a água em forma de vapor chega, formando os aerossóis que denominamos de nuvens e através disso contribuem com a precipitação na Terra.
Mas essa água de três características principais e inconfundíveis atribuídas a sua transparência e suas singularidades de odor e sabor, isto é, as tais incolor, insipida e inodora, mas pergunto é isso que verificamos atualmente em rios e lagos? Dois processos distintos, mas que se complementam e contribuem ambos para que a água tenha sua qualidade afetada,  primeiramente pela contaminação, que é tornar uma substância suja, prejudicial ou impura pela adição de outra substância. Mas quem é essa substância indesejável que torna a água imprópria para a vida, essa se denominou de contaminante, dependendo da concentração desse a parte viva, isto é, a biótica do ecossistema aquático ainda consegue se estabelecer, graças sua capacidade de resiliência, mas a questão que preocupa é quanto o contaminante transforma-se em um poluente, substância que é prejudicial e tóxica à vida dos seres vivos, alterando também a parte abiótica da água, isto é, porção não viva onde estão os elementos químicos que constituem essa importante substância da vida, transformando a contaminação em poluição, onde uma mudança indesejável no ambiente ocorre com a introdução de concentrações exageradamente altas de substâncias prejudiciais ou perigosas.
Existe a poluição natural que ocorre no caso de uma erupção vulcânica, lançando substâncias na atmosfera ou no caso de seres que morrem no meio aquático, até por excrementos de animais no solo ou na água. Mas a ação humana acaba por colocar cinquenta tons mais escuros de poluição, nas límpidas águas do planeta. O homem contribui com a degradação ambiental global, lançando o que denominamos de poluentes primários, isto é, substâncias que são prejudiciais quando emitidas diretamente no ambiente, exemplo disso é o monóxido de carbono na atmosfera ou lançamento ou vazamento de petróleo ou óleo na água.
Água nosso recurso natural mais abundante, mas também mais ameaçado, aproximadamente são mais de 1400  milhões Km³ existentes no planeta Terra, mas apenas por volta de 2, 8% estão disponível na forma de água doce, sendo o restante em sua quase totalidade de águas salinas ou salobra. Para melhor compreender, é possível comparar a 1000 litros, onde 975 litros seriam os oceanos equivalendo 97,5% desse total e por volta de 150 mililitros estão o que seriam os rios e lagos equivalendo algo de 0,015%. O Brasil é detentor a nível mundial de 12% da água doce disponível no mundo, mas desse total brasileiro de 12%, informo que 9,5% está na região amazônica do país, onde apenas se concentra 5% da população e dos 2,5% do total restante da água nacional está nas demais regiões onde 95% da população brasileira habita.
Com esse cenário no Brasil, a cidade de Porto Alegre, é um exemplo na busca de soluções, está concluindo o Programa integrado Sociombiental (Pisa), tratando o esgoto da população da capital gaúcha, e consequentemente buscando a qualidade da água doce disponível para o consumo, com a nova Estação de Tratamento de Esgotos da Serraria serão tratados os detritos coletados nas bacias dos arroios Dilúvio, Cavalhada, Capivara e do Salso, assim trazendo novamente a qualidade das águas desses importantes corpos de água que contribuem com o Lago Guaíba. Devemos unir a data do Dia de Combate a Poluição no dia 14 de agosto, onde se dedica uma reflexão e a busca de soluções contra a poluição atmosférica, hídrica, do solo, sonora, visível, térmica e luminosa, com o dia 22 de março dia Mundial da Água, e buscar cada vez mais tons claros para nossas águas.
_____________________________
¹ Ambientalista, Biólogo, Consultor, Palestrante e Professor.

Nenhum comentário: